Mais da metade da população brasileira está acima do peso

Se você está dentro das estatísticas, aprenda alguns passos para sair

O Ministério da Saúde trouxe notícias não muito amistosas em relação à saúde, mais da metade da população está acima do peso e a obesidade atinge um a cada cinco brasileiros. Estes dados foram revelados pela Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) de 2018.

A pesquisa é realizada desde 2006, desde aquele ano o número de brasileiros acima do peso já aumentou de 42,6% para 55,7% hoje em dia. Quando se fala em obesidade, o valor está razoavelmente estável desde 2015, a porcentagem era 18,9% e aumentou para 19,8%.

Em se tratando de idade, os adultos são os que mais tiveram crescimento na obesidade, principalmente de 25 a 34 anos e de 35 a 44 anos. Já entre homens e mulheres, os homens têm mais sobrepeso, enquanto as mulheres comandam o nível de obesidade com um valor um pouco maior. São 20,7% contra 18,7% dos homens.

Saindo das estatísticas

Não existe fórmula mágica e nem dietas milagrosas, o emagrecimento acontece quando você encara uma vida saudável de fato. Por isso, aqui vão algumas dicas para iniciar de vez esse projeto:

  • Um bom profissional: o primeiro passo para ter uma vida saudável é buscar orientação. Um nutricionista poderá te ajudar em um cronograma de alimentação. Outro profissional que auxilia é o endocrinologista, muitas vezes as pessoas têm dificuldades de emagrecer e não sabem o motivo, o endócrino pode investigar e descobrir a causa da complicação. Por isso, é recomendável que se faça um check up e verifica se está tudo funcionando da maneira correta.
  • Alimentação: não tem jeito, a alimentação é a chave de todo o processo. Depois de procurar um profissional, faça uma mudança no seu dia a dia, diminua açúcares, álcool, gordura e dê preferência para frutas e vegetais. A Organização Mundial da Saúde (OMS) faz a recomendação de consumo de cinco porções diárias de frutas e hortaliças pelo menos cinco vezes por semana. Contudo, não estamos falando em cortar as outras coisas para sempre, fuja de dietas muito restritivas. Aqui o mais importante é o equilíbrio, só assim comer bem vira um hábito.
  • Exercícios físicos: esse é outro desafio para muita gente. É comum ouvir pessoas dizendo que não gostam de praticar. Porém, dá para inserir os exercícios aos poucos no cotidiano. Gosta de música? Experimente uma aula de forró. Gosta de explorar a cidade? Experimente fazer isso andando. Dê preferência para andar em uma escada, ao invés do elevador. Conforme você for incluindo pequenos hábitos no dia a dia, terá mais coragem para descobrir um exercício que goste. 
  • Sono de qualidade: o sono ruim traz inúmeras complicações para a sua saúde, uma delas é a produção de grelina, um hormônio que aumenta a fome e os estoques de gordura. Uma boa solução é não olhar o celular antes de dormir, tomar um bom chá e ter um colchão confortável. Caso tenha insônia, volte para a primeira dica e procure um bom profissional para te ajudar.

Uma boa saúde é essencial para ter uma qualidade de vida, por isso a importância de estar dentro do peso recomendável. São dicas simples que farão toda a diferença no seu cotidiano.

Tags: peso qualidadedevida saúde

Veja mais