Cuidados na hora de solicitar a aposentadoria

Saiba os principais motivos utilizados pelo INSS para negar o benefício

Só esse ano, de janeiro a setembro, o INSS negou mais 900 mil pedidos de aposentadoria dentro de um universo de cerca de 1,6 milhão - ou seja, mais da metade das pessoas receberam um não. Por mais que seja algo comum de acontecer, se você está perto de solicitar a aposentadoria para o INSS, é bom se informar sobre todas as regras e requisitos para evitar fazer parte da parcela negada.

O tempo de contribuição é um dos fatores mais importantes na aposentadoria. O cálculo dele é bastante complicado, neste caso, tenha toda a atenção e cuidado na hora de reunir os dados, lembre-se de todas as empresas que já passou, não se esquecendo de períodos que contribuiu sendo autônomo ou empregado. Às vezes o próprio INSS erra na soma, então, cabe a você ter todos os recibos de contribuição reunidos.

É comum que eles neguem também os pedidos de aposentadoria especial, que é aquela voltada para casos como insalubridade no ambiente de trabalho. Esses contribuintes têm o direito de se aposentarem mais cedo, porém, é um custo bem alto aos cofres da previdência, daí o motivo de negarem. Neste caso, talvez seja necessário solicitar a aposentadoria judicialmente, mais uma vez é imprescindível tendo todas as provas que reconheçam a atividade, como o LTCAT e o PPP atualizados.

Os casos de atividade rural ou de pesca são semelhantes ao de insalubridade, neste caso temos a aposentadoria rural, que conta, a partir dos 12 anos, todo o período trabalhado com agricultura familiar. Além disso, pessoas que trabalharam durante 15 anos em atividade rural também tem direito, os homens aos 60 e as mulheres aos 55 anos.

Em outra situação, vamos supor que você trabalhe há muitos anos em uma empresa e chegou o tão sonhado momento de solicitar a aposentadoria. Quando você solicita, é negado porque a empresa não pagou a sua contribuição durante um período específico. Neste caso, basta comprovar que você estava trabalhando na época em questão, por meio de contracheques e carteira de trabalho. Cabe a empresa resolver os débitos e isso não deve influenciar na sua aposentadoria.

Tenha cuidado com as rasuras, isso pode influenciar na hora do INSS permitir sua aposentadoria. Eles não aceitam, por exemplo, datas de admissão ou demissão com erros na escrita. 

Falamos sobre o caso de autônomos e empresários, se você está dentro dessas categorias, é imprescindível que contribua com o INSS. Se você tem débitos desse período também, é importante quitar para dar a entrada no benefício. 

Por fim, também é importante que os dados do CNIS estejam certo, para quem não sabe, esse é um documento que tem registrado todos os períodos e valores de contribuição realizados durante sua vida de trabalho. Se você verificar alguma inconsistência, é possível agendar uma revisão em qualquer agência do INSS, você só precisa provar também que trabalhou nos períodos. 

Com todos os dados em dia, é só solicitar a aposentadoria, aguardar a aprovação e aproveitar o benefício. 

Tags: aposentadoria previdência

Veja mais