Crie uma âncora mental para gastar menos!

Tática é bastante utilizada por psicólogos e pode ajudar sua vida financeira

Veja se você já passou pela seguinte situação: foi comprar um produto, na loja custava um valor x, mas você lembrava que na verdade já havia visto no valor y, muito mais em conta, e assim você se recusa a pagar. Em uma exemplificação bem simples, isso é uma âncora mental utilizada em prol das finanças.

Âncora é uma técnica utilizada por psicólogos que cria gatilhos mentais para ativar sentimentos, pensamentos, estados emocionais diante de um estímulo específico. O estímulo pode ser uma lembrança, palavra, uma frase, um toque, um objeto. 

O nosso cérebro utiliza as âncoras para não se sobrecarregar com decisões. O que podemos fazer é utilizá-las de maneira estratégica e inteligente para definir um preço justo das coisas e, claro, gastar menos.

No aspecto econômico, criar uma âncora mental é estabelecer um preço padrão para cada produto que você compra, o máximo que você está disposto a paga. Mas como fazer isso? O primeiro passo é pesquisar, tenha em mente qual a média de preço das coisas e quanto você pode pagar por isso. Os especialistas recomendam que para facilitar esse processo, que o consumidor calcule o número de horas de trabalho para adquirir o produto.

Agora uma outra situação: você vai na loja comprar um celular, você sabe que custa R$1.000, porém, está R$1.200 e o vendedor te diz que vale mais a pena levar, afinal você pode dividir esse valor em 10 vezes e R$120 por mês não vai pesar no seu bolso. Contudo, quando você tem consciência de quanto realmente custa, consegue dizer não para esse tipo de proposta, comprar um do valor que deveria ou até mesmo ter argumentos para pedir um desconto para o vendedor.

Mas a âncora vai muito mais além do preço real dos produtos, ela  te ajuda a definir prioridades baseadas no que você gosta e evita que você faça gastos desnecessários. Alguns especialistas recomendam como âncora, comparar o preço com algo que você gosta. Vamos ao exemplo: consideramos que você goste muito de bolsas e resolve que quer comprar uma TV nova, quantas bolsas você compraria com o valor da televisão? Com essa comparação você descobre se realmente esse produto novo tem valor para você.

Outras âncoras

Além do âmbito financeiro, a âncora é uma aliada para estimular bons sentimentos como coragem, motivação, calma, entre outros. Consiste em relacionar, mentalmente, um estímulo com algo que você deseja ter no momento. Depois é só repetir várias vezes para memorizar o sentido da âncora. 

Mas lembre-se, a âncora pode ser criada também, inconscientemente, para sentimentos negativos. Quando você ouve uma música, vê uma foto, pode despertar tristeza, ansiedade e outras perturbações. Neste caso, o trabalho consiste no contrário, é necessário se livrar dos gatilhos que despertam más emoções, por meio da consciência do que essas coisas causam.

Por fim, lembre-se de usar as âncoras boas, seja para a sua saúde financeira ou emocional, elas podem mudar seu modo de viver a vida, sendo cada vez mais positiva. 

Tags: finanças orçamento

Veja mais